“Se eu pudesse escolher, não estaria numa universidade federal”


arame-farpado-na-unb

Arame farpado na UNB

Por Gabbi Castelo Branco (EPL),

Se eu pudesse escolher, não estaria numa universidade federal.

Eu não suporto mais esse ambiente, não só por discordâncias políticas, na verdade esse é um dos menores problemas.

Tenho sofrido e presenciado fatos lamentáveis desde o meio do ano, apenas por ter opiniões diferentes de pessoas que creem ter a hegemonia de pensamento e de ideologia na universidade.

Eu não me sinto mais segura, ando sempre com medo e a insegurança se agrava pela sensação de que NADA vai ser feito para mudar isso. Me questiono diariamente como continuar uma graduação num lugar como esse?

Mas tenho motivos fortes que me impõem permanecer: Eu sou mãe! Tenho um filho de 3 anos pra criar, tenho uma família que torce pelo meu sucesso acadêmico, tenho um avô de 76 anos, que não teve a oportunidade de cursar nem a 1° série do primário… tenho um pai que parou os estudos no 4° ano do ensino fundamental, que trabalha na roça e tem 8 filhos.

Por eles, principalmente, não posso desistir.

Não posso simplesmente dizer a eles: “Vovô e Papai, vou desistir, porque tenho MEDO de ir pra Universidade, onde sofro ameaças constantes.

Eles não entenderiam. Assim como não poderiam compreender se eu lhes dissesse:

– Pai, minha faculdade está invadida, não posso ir pras aulas.

– Pai, eles disseram que estão lutando ‘pacificamente’ pela educação, mas até arame farpado estão colocando nas entradas dos prédios.

– Pai, eles tentam nos impedir de participarmos de Conselhos Estudantis, o ambiente em que poderíamos quem sabe, falar o que sentimos com toda essa crise política na UnB.

– Pai, uma mulher cuspiu na minha cara enquanto eu participava de uma assembleia estudantil.

– Pai, eles gritam por aí dizendo que sou elite branca, eles não sabem o que já passamos.

– Pai, eles não sabem que o senhor mora na roça, que fica o dia inteiro no sol com sua enxada, trabalhando pra sustentar os meus irmãos.

– Pai, eles dizem lutar pelas mulheres, pelos negros e pelos pobres, mas me atacam e me perseguem mesmo que eu seja tudo que eles dizem defender.

– Pai, eu já fui seguida pelos corredores da universidade e, por sorte, encontrei um amigo que me alertou disfarçadamente.

– Pai, eu sei que essa coisa de política não faz parte do seu dia-a-dia, que o senhor não entende porque eu ainda me meto nesse negócio de movimento estudantil, eu também me pergunto isso todos os dias.

– Pai, eu sei que o senhor só queria que eu me formasse e tivesse um diploma, mas não sei se consigo continuar numa Federal, porque eu não me sinto segura lá.

– Mas Pai, eu só queria mesmo que as pessoas tivessem liberdade de expressar suas ideias sem serem perseguidos ou intimidados e acho que por isso vale a pena lutar.

– Pai, vai ser difícil, vou precisar de muita coragem (ou talvez de uma bolsa numa faculdade particular), mas pelo senhor, pelo meu avô e pelo meu filho, eu irei me esforçar e terei meu diploma.

Fonte: facebook.com/gabbicastelobranco

*

Gabbi Castelo Branco é estudante de pedagogia e coordenadora Local do Students For Liberty e fundadora e líder do Distrito Liberal, movimento criado para defender a liberdade de expressão e de manifestação dos estudantes da UnB, que atua em parceria do Instituto Liberal do Centro-Oeste.

LEIA MAIS:

Gabbi Castelo Branco é indicada ao prêmio Joaquim Nabuco do EPL, de melhor liderança do ano em defesa da liberdade.

Estudante liberal enfrenta sozinha a extrema-esquerda na UNB

Terror da esquerda universitária, Gabbi concorre a estudante do ano e causa pânico em petistas.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s