Clube Bastiat inova ao debater liberalismo em Goiás


bastiat

 

Por Artur Kovaciu,

O Clube Bastiat, um grupo de estudos e debates acerca do liberalismo político e econômico, nasceu em Goiânia (GO) com o intuito de tratar temas importantes para a sociedade, fora da catastrófica dicotomia tradicional esquerda/direita.

Teve início em 2015, com alguns jovens entusiastas do tema, que sentiram necessidade de organizar um ambiente disposto a tratar de política sob o viés da liberdade individual. Posicionam-se contra o excesso de intervenções do Estado e possuem inspiração em uma vasta literatura política e econômica, infelizmente e tradicionalmente ignorada nos grandes ciclos intelectuais brasileiros e na mídia tradicional.

Não à toa, o clube recebeu um nome que homenageia Frédéric Bastiat, um dos mais geniais economistas e políticos franceses, nascido no primeiro ano do século XIX, cujas análises não perdoavam a desastrosa interferência estatal na vida do cidadão e constituíram um acervo que se destaca ao sistematizar com clareza o ideal liberal, sendo Bastiat um filósofo solitário em seu tempo.

A missão do Clube Bastiat é simples: engajar jovens a defender e patrocinar a liberdade, lutando contra a perigosa expansão do autoritarismo estatal no Brasil, mediante análises, estudos e discussões. Contudo, esta tarefa não é nada fácil. Nossa atmosfera política e intelectual é extremamente avessa a novas ideias e a academia, largamente hostil aos que fogem da sua tradição política, lutando ferozmente para manter a hegemonia de grupos que a dominam há décadas. O grupo é composto por maioria jovem, de faixas etárias distintas e pertencentes a várias áreas do conhecimento. Nasceu de uma geração que volta a lutar por um país mais justo, não mais ludibriados por promessas políticas fantasiosas e em meio a um modelo de Estado insustentável, que precisa urgentemente ser revisto.

O Clube Bastiat acredita que a corrupção é mais do que endêmica, é um pressuposto da atividade estatal. Seu combate, portanto, não pode ser feito de outra forma, senão diminuindo poderes e privilégios dos políticos. O nome da agremiação, portanto, é mais do que uma homenagem a um defensor da liberdade. Trata-se de uma reverência à coragem de insurgir-se contra o status quo dominante e contra os poderosos, como fez Frédéric Bastiat.

Artur Kovaciu é Estudante de Direito e Presidente do Clube Bastiat

Fonte: jornalhoraextra.com.br

 

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s