Partido NOVO não abre janela para político “que precisa se eleger”


Lula Barreto, Partido Novo (RN)

Lula Barreto, Partido Novo (RN)

 

Entrevista do publicitário Lula Barreto, Vice-Presidente do Partido NOVO no Rio Grande do Norte, à Thaísa Galvão, do Jornal da Noite – 95FM,

Luis Eduardo explicou brevemente o que era o Partido NOVO, que foi fundado em 2011, por 181 pessoas de diversas profissões, de todo o país. Sem se limitar a rótulos, delineou algumas bandeiras do partido, como a transparência, a eficiência e a coerência da administração publica. Ideologicamente falando, é baseado na liberdade individual.

Os candidatos precisam ser aprovados pelo diretório local e depois pelo nacional, por critérios ideológicos e ficha limpa. Os políticos atuais são bem-vindos porém precisam aceitar as regras do seu Estatuto e a ideologia do partido. Os diretores do partido não podem disputar cargos eletivos.

Explicou que o que atrai os seus simpatizantes é principalmente o desgaste da classe política. É exatamente essa motivação das pessoas, sem vínculo político, que levam o projeto do NOVO adiante. As pessoas não aceitam mais que todos queiram viver a custa do Estado, quando na verdade o Estado é que vive às custas de todos.

As candidaturas serão definidas apenas no próximo ano. Não há garantias de que o filiado que chegar será candidato pelo partido. Todos os pré-selecionados interessados participarão de cursos para atuar na política, receberão toda estrutura partidária e precisarão estar alinhados ideologicamente com o partido.

O NOVO cobra filiação dos seus filiados porque acredita que os partidos devem ser financiados apenas pelas pessoas que acreditam nas suas ideias. Nós nos diferenciamos dos demais partidos, cuja origem tiveram grande apoio popular, pois defendemos exatamente o contrário, a diminuição do Estado e do poder dos políticos.

O cenário atual da política brasileira é bastante complicada, com predominância da cultura individualista, do toma lá da cá. O NOVO recebe diariamente diversas solicitações de abertura de diretórios locais mas declina a maioria das ofertas. Não pretendemos apoiar ninguém apenas para crescer, somente aqueles que estiverem ligados ideologicamente ao partido e forem capazes de comprová-lo na prática.

O Novo não apoiou nenhum candidato nas últimas eleições municipais ou estaduais, apesar de liberar os seus filiados para que apoiassem os candidatos que desejassem. Alguns filiados apoiaram o candidato Aécio em 2014, mais como forma de oposição ao governo do PT do que por sua plataforma.

Afirmou também que os filiados não possuem um perfil definido. Os presentes na última reunião do partido, em Natal, tinham de 17 aos 78 anos. O interessados podem acessar o site oficial do partido (novo.org.br) e ter mais informações sobre as ideias, os fundamentos, seus princípios e como podem participar do projeto do NOVO no Rio Grande do Norte.

Fonte: thaisagalvao.com.br

Anúncios

Um comentário sobre “Partido NOVO não abre janela para político “que precisa se eleger”

  1. Pingback: Partido NOVO abre processo seletivo para escolha de pré-candidatos | 30 Diários

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s