Noite de prosa com o Partido Novo


Noite de prosa

Por Paulo Bressane,

Como resumir a destruição protagonizada pelo petismo nas poucas linhas desta que é a última coluna do ano? Qualquer um que tenha um neurônio a mais sabe que o PT sempre apostou na ignorância do povo, daí o discurso populista, e o bater no peito invocando honra e honestidade na política nacional deu no que deu. A mentira no seio petista é um caso patológico, a mentalidade do partido sempre foi revanchista, desrespeitosa, imoral, e sem qualquer resquício de autocrítica ou arrependimento frente aos descalabros – e todos os seus sinônimos: prejuízo, ruína, derrota… – de seus governos. Na insistência do eterno papel de vítimas das “forças da direita”, da “imprensa golpista”, ou do “ódio da burguesia conservadora”, fica difícil saber até quando eles tentarão continuar enganando o povo e a si mesmos.

Mas não basta tirar o PT do poder e achar que tudo será resolvido, nossos problemas vão muito além disso, é uma questão que envolve uma mentalidade atrasada, devido, entre outras coisas, a um dos piores sistemas de educação do planeta. O resultado é que o povo brasileiro não sabe pensar, e aceita passivamente, e de forma irresponsável, o papel de parasitas agarrados a um Estado patrimonialista, que mantém o povo na ignorância para se locupletar abusivamente da situação. Ainda não assimilamos a consciência de que o fim da pobreza, a exemplo de outros países, só conseguirá ser alcançado através da implantação de uma forte economia de mercado. Precisamos nos libertar, e avançar dando um basta a ideologias decadentes.

O mundo político enxerga o Estado como um balcão de negócios, e a elevada quantidade de partidos existe apenas para usufruir dos privilégios oferecidos por ele e pagos por todos nós. Mas surge agora uma alternativa real para aqueles eleitores que não se sentem representados por um Estado que atua onde não deve, e fica muito a dever onde deveria atuar com qualidade nas áreas da saúde, educação e segurança. Trata-se do Partido Novo, que chega defendendo uma maior autonomia e liberdade dos indivíduos, a redução das áreas de atuação do Estado, a diminuição da carga tributária e a melhoria nos serviços essenciais. Faça uma visita ao site, informe-se, saia do lugar, mostre sua vontade de crescer e não subestime sua capacidade individual.

Falando no Novo, o jantar de adesão em torno do partido, no restaurante Paladino (Braúnas, Belo Horizonte), foi um sucesso. O encontro, comandado por Carolina Antunes, girou em torno das palestras do Presidente Nacional do Novo, João Amoedo e da apresentadora Joice Hasselmann.

Fonte: otempo.com.br

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s