Os princípios do Partido Novo: menos Estado, mais mercado


Foto: Fabrício Theophilo / Informe Blumenau

Partido Novo em Blumenau (foto: Fabrício Theophilo / Informe Blumenaus)

Na última quarta-feira, 25, cerca de 80 pessoas reuniram-se para debater um novo partido, chamado Partido Novo, que leva o número de 30. Oficializado pelo TSE em setembro deste anos, é a 35ª estrutura partidária. 35 partidos no Brasil, isso mesmo. Mesmo assim e reconhecendo este excesso de siglas, as pessoas que estão na linha de frente consideram que as outras 34 não representam a linha de pensamento deles.

Livre iniciativa, redução de impostos e visão a longo prazo é o tripé no qual o Partido Novo está alicerçado. Já conta com diretórios em 9 estados brasileiros. Em Santa Catarina a organização começa a dar os primeiros passos e a reunião de quarta-feira foi uma mostra disso. Ainda não há um diretório, uma executiva, portanto as pessoas envolvidas colocam-se como apoiadoras.

Conversei com um deste apoiadores, Rodrigo Souza, para o “Informe Blumenau Entrevista” que vamos exibir a partir deste fim de semana (vídeo abaxo). Defende uma redução do Estado, deixando  para o Poder Público a tarefa de zelar pela saúde, educação e segurança, as demais áreas seriam reguladas pelo “mercado”.  Todas as empresas estatais seriam  privatizadas, entre elas a Petrobrás.

Não há políticos com mandatos filiados. Dizem que não vão usar o fundo partidário e sobreviverão de doações dos apoiadores.

O Partido Novo não participará das eleições municipais de 2016, pelo menos em Santa Catarina. Ainda há muito a ser construído. Confira o vídeo  Informe Blumenau Entrevista:

Fonte: informeblumenau.com

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s