3º Fórum Liberdade e Democracia reúne mais de 800 pessoas em Vitória


3o Fórum Liberdade e Democracia (Imagem de th-th.facebook.com)

3° Fórum Liberdade e Democracia (imagem de th-th.facebook.com)

Evento discutiu as reformas necessárias para um sociedade mais próspera

Na última segunda-feira (9/11), mais de 800 pessoas estiveram presentes no Fórum Liberdade e Democracia, realizado no Centro de Convenções de Vitória. Atento ao cenário atual brasileiro, o Instituto Líderes do Amanhã trouxe as “Reformas para a Liberdade” como tema da terceira edição do evento.

O evento teve sua abertura com a fala do presidente do Instituto, Gilvan Badke. “As reformas para a liberdade são desafiadoras pois passam por um aspecto fundamental, a mudança cultural. A democracia não é somente o momento do voto. A democracia é um exercício! Nesse dia, temos a oportunidade de debater quais mecanismos podem nos trazer soluções para que possamos realmente chegar a uma sociedade melhor.”, afirmou.

A cerimônia teve sequência com a entrega do Prêmio Liberdade, que é dedicado àqueles que assumiram um compromisso com o direito de o homem viver para si, reconhecendo também que é preciso respeitar e melhorar a liberdade dos outros indivíduos. A homenagem foi entregue ao Estudantes Pela Liberdade, representado pelo seu diretor executivo, Juliano Torres. A segunda homenagem do dia, foi entregue ao Vice-Presidente da Google Inc. e Presidente do Google Brasil, Fábio Coelho, que recebeu o Prêmio Liberdade Empresarial durante o almoço do Fórum. “Para mim é uma honra receber esse prêmio, representando uma nova forma de trabalhar, de se associar e se articular”, disse Coelho.

O primeiro painel com o tema “Reforma Política” abriu o debate e teve a participação do presidente do Partido Novo, João Amoedo, do Deputado Federal, Onyx Lorenzoni e da jornalista, Joyce Hasselman. O foco da discussão foram os desafios da reforma política no país, as novas medidas aprovadas, os financiamentos de campanha e o voto distrital.

Para o presidente do partido novo “O que aconteceu foi uma mini reforma eleitoral sancionada pela presidente. Onde não foram feitas grandes modificações. A reforma política precisa ser entendida como parte de um plano para melhoria do país. Ela não deve ser tratada apenas como mudanças de regras eleitorais”, afirmou Amoedo. Já Onyx Lorenzoni acredita na separação do governo da chefia do poder e que “mais importante que tudo é a reforma dos políticos”, disse. Após o debate sobre reforma política, houve a apresentação da campanha do Ministério Público Federal – “10 medidas contra a corrupção”, realizada pelo procurador e coordenador da campanha do Estado, Ercias Rodrigues de Sousa.

O segundo painel teve como tema a “Reforma Educacional” e contou com a presença do fundador da Escola sem Partido, Miguel Nagib, do professor do Insper, Fernando Schüler, e da mestre em Direito Europeu, Renata Alves.

Na oportunidade, os palestrantes ressaltaram os desafios da educação da atual ‘Pátria Educadora’ e afirmaram que o Brasil precisa inovar em educação e apostar em novos modelos como o apresentado pela ex-aluna da Escola da Escolha, Renata Alves, que contou como o novo formato de escola em tempo integral a ajudou a traçar metas e acreditar em si mesma. “Quando comecei a estudar na escola em tempo integral, as minhas perspectivas de futuro não eram animadoras. Cheguei ao primeiro ano do ensino médio com conhecimento de 5ª série, sem perspectiva nenhuma. No primeiro dia de aula cada aluno participou de uma dinâmica em que deveria escrever um sonho em uma folha de papel que seria pendurada em varais espalhados pelos corredores da escola. Em um certo momento da dinâmica, eu tinha que ler o meu sonho, mas tive vergonha e recusei a contar. Foi quando um professor veio em minha direção, olhou nos meus olhos e disse que eu acreditasse no seu sonho. Eu acreditei e hoje estou muito próxima de realiza-lo”, lembrou Renata.

O terceiro painel, “Reforma Tributária”, contou com a participação de dois nomes importantes no Estado. O ex-secretário da Fazenda e consultor, José Teófilo, e a atual secretária da Fazenda, Ana Paula Vescovi. Na ocasião foram discutidas os desafios de se fazer negócio em um país em que se trabalha cerca de 2.600 horas/ano para pagar impostos.

O ciclo de debate foi encerrado com a palestra do gerente geral da Uber Brasil, Guilherme Telles. Telles contou como a empresa surgiu e os planos de crescimento e novos serviços. “A Uber é uma empresa de tecnologia que está transformando a maneira como as pessoas se movimentam. O que a gente acredita é que podemos pegar o carro que é visto como problema e transformar em uma solução através da tecnologia. Se bem utilizada, a Uber tem potencial de tirar vários carros das ruas todos os dias, gerando um impacto significativo na mobilidade urbana”, afirmou o gerente.

O executivo também ressaltou que a plataforma tem foco na satisfação do seus dois usuários, o motorista e o passageiro. “Quando nós implantamos a Uber em uma cidade, o primeiro dado analisado é a avaliação dos motoristas e do serviço prestado”, contou. Sobre a regulação do aplicativo, Gui Telles relatou que a Uber não é contra a regulação dos seus serviços, mas destacou que é preciso de uma legislação nova adequada ao contexto atual.

Ao final do evento, a Carta da Vitória foi lida pelo associado Luiz Ricardo de Oliveira Santos, reunindo as propostas debatidas durante o evento. “Reformar é, fundamentalmente, um movimento de natureza transformadora. Uma reforma que não altera o status quo é, por definição, uma não reforma; altera-se cosmeticamente os contornos da estrutura social, mas não se avança na essência. Nossa provocação está em sugerir que esse conservadorismo não-reformador seria um atentado às liberdades.  Nossa sociedade precisa – e, em alguma medida, tem a obrigação – de travar um debate sério sobre as transformações daquelas estruturas que, permanecendo como estão, nos atrasam, maculam nosso desenvolvimento e inibem a inclusão social e a prosperidade de todos.”

Fonte: lideresdoamanha.org.br

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s