Com 600 filiados e simpatizantes (AM), novos partidos tentam existir além do ‘papel’


Os três novos partidos - Ilustração de Júnior Lima

Os três novos partidos – Ilustração de Júnior Lima

Diretórios ainda não têm sede própria e legendas se mantêm com doações de pessoas físicas

Por Geraldo Farias (DIÁRIO do Amazonas)

Manaus – Os três novos partidos, que tiveram o registro aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no mês de outubro, têm, juntos, pouco mais de 600 filiados e simpatizantes, no Amazonas. A Rede Sustentabilidade (Rede), o Partido Novo (NOVO) e o Partido da Mulher Brasileira (PMB) ainda estão em fase de estruturação, tentando deixar de existir apenas ‘no papel’, e ainda não possuem diretórios municipais no Estado.

Com a aprovação dos registros dos três novos partidos, o Brasil saiu do número de 32 legendas com registro eleitoral para 35. No Amazonas, esse número é de 33. O Partido Novo ainda não possui um diretório estadual, portanto não tem registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM).

O Novo foi o 33º partido a obter registro do TSE. A legenda é representada no Amazonas  por um grupo de pessoas que defendem as mesmas ideias do partido. Quem fala por este grupo é Kléber Romão, conhecido por ser um dos líderes das manifestações contra a presidente da República, Dilma Rousseff. Romão explica que o partido possui 231 pessoas que participam de um grupo virtual na internet para discutir os ideais da legenda.

“O Novo ainda não existe, oficialmente, no Estado do Amazonas. O que existe é um grupo de pessoas que defendem as mesmas ideias que o partido e há um alinhamento espontâneo destas pessoas em procurar se aglutinar, o que tem sido feito, até hoje, de forma virtual em uma rede social”, explicou Romão.

A proposta do Novo é apresentar à população um partido que está a serviço da sociedade e não se servindo da estrutura do Estado. “Acreditamos em liberdades individuais com responsabilidade, que o indivíduo é o único gerador de riquezas, que todos são iguais perante as leis”, salientou.

Um representante nacional do partido virá a Manaus, no dia 12 de novembro, para falar sobre a possibilidade da criação de um núcleo do Novo no Amazonas.

No Amazonas, mais cinco partidos aguardam registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os partidos do Desenvolvimento Nacional (PDN), do Meio Ambiente (PMA),  Cristão Nacional (PCN), Cristão (PC) e Liberal (PL) tiveram seus pedidos de registro deferidos pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) e ainda aguardam uma decisão do tribunal superior.

Outros partidos, como o da Mobilização Popular (PMP), da Cidadania (PCI) e da Igualdade (IDE), não possuem representações com diretórios no Amazonas. Estes ainda estão na fase inicial do processo de registro, com a coleta de assinaturas no Estado.

Todos esses partidos, caso tenham interesse em participação nas eleições municipais de 2016, têm, até março, para regularizar seus processos de registros no TSE. A legislação eleitoral sofreu uma mudança quanto ao prazo de filiação de pessoas interessadas em participar de um processo eleitoral.

A nova regra especifica que o prazo para filiação é até seis meses antes do dia da eleição. Antes, o prazo era de um ano. Se a regra não tivesse sido alterada, apenas os filiados até o último dia 2 de outubro poderiam participar das eleições de 2016.

Fonte: new.d24am.com

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s